Tradutor

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Vodca com limão

Eu sou vodca com limão
mato-te a sede de uma vez
ou vai sofrer na minha mão
Eu quero o teu amor bandido
e o teu bruxo coração
Tiro-te o sossego
sou fogo, desejo e sedução
Faço tudo e muito mais
deixarei-te ferido
 e com dois meses de sorriso
Vai chorar e  implorar
pedindo-me para voltar
Mas para tua cama
eu não voltarei jamais
Quem me ama uma vez
não aguenta mais!

2 comentários: