Tradutor

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

O meu melhor poema

                                           Pousar-te-ei suavemente num areal
                                           minhas mãos em teus cabelos negros
                                           e meus olhos nos teus a brilhar
                                           Não durma meu doce amor
                                           a praia é tão pequenina
                                           e o mar não sabe esperar...

                                           Se ao entardecer faltar o luar
                                           e todas as estrelas do céu
                                           Com o brilho dos olhos teus
                                           farei para si o meu melhor poema
                                           o mais brilhante que o sol
                                           Desvirtuarei o dia!

3 comentários:

  1. Muito lindo este poema!
    Cabelos negros... quem os tem?rrss

    Beijo do ZÉ

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito deste poema e veio recordar que estou esperando pelo tal poema prometido!

    Beijo carinhoso do ZÉ

    ResponderExcluir
  3. Olá Zé, és sempre muito gentil.Um encanto.
    Beijos meus , aqui desse Brasil tão grande e tão pequeno!
    Neusa

    ResponderExcluir