Tradutor

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Poema pequenino

                                          Este poema e tão pequenino
                                          O meu amor não cabe aqui
                                          Os meus sonhos não cabem aqui
                                          Tampouco o que eu tenho
                                          para lhe dar
                                          Neste poema cabe apenas
                                          a gotinha do oceano
                                          que lhe dei!

4 comentários:

  1. O amor cabe em todo o lado. Gotinha a gotinha cria-se um oceano... do amor!

    Beijo do ZÉ

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Zé, por visitar-me.
    Beijos com meus agradecimentos
    Neusa

    ResponderExcluir
  3. Ia fazer um comentário, mas saiu um poeminha.
    Passa lá, acabei de postar.
    Grato pela inspiração.

    ResponderExcluir
  4. Olá poeta, sim, claro.
    Irei ler com muito carinho.
    Beijos
    Neusa

    ResponderExcluir