Tradutor

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Um dia raiando

                                  Não voltarei para casa
                           Ela desabou com o vento
                           O chão onde pisei se abriu
                           Agora fujo de mim
                           Da navalha que me corta
                           E da poeira dos escombros
                           Desisti da eternidade
                           Sou apenas um novo
                           dia raiando!

Um comentário:

  1. Não deixe de esquecer de mim.
    Pois se você e um novo dia raiando.
    Eu sou um galo cantando para ti anunciar.

    ResponderExcluir