Tradutor

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Texto - Menina triste


Uma menininha encontrou uma escada, tão branquinha, com aroma de tinta fresca, cujos degraus alcancavam o céu. Sem pensar muito ela decidiu subí-la.
Devagar seus pezinhos tão frágeis foram tocando um desconhecido repleto de flores e espinhos, que em troca roubaram-lhe a inocência...
Um dia ela sentou-se no vigésimo sétimo degrau, viu a janela da sua alma, e chorou tanto que suas lágrimas derreteram os primeiros degraus, de modo que ela não pôde mais voltar.
Desde então, todas as noites e todas as manhãs a ouço chorar, ela chora baixinho, baixinho, tão doce e tão amargo. Somente eu sei o quanto ela chora, pois são meus olhos que choram por ela!

Nenhum comentário:

Postar um comentário