Tradutor

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Nada mais

Não tenho mais nome
quando me chamares
saberei que me chamas

Restaram-me apenas
Um pedaço de pele
cobrindo alguns ossos

E um pouco de sangue
O suficiente para
esse poema

sábado, 4 de fevereiro de 2012

A folha seca


Hoje o vento soprou errante
em minha janela embaçada
E uma folha seca deixou
Era a esperança
Que de meus sonhos
ele arrancou...